segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

[. . .]


Só há silêncio debruçado nos caminhos. Nenhuma música, buzina ou voz. 
Não há flores, gargalhadas, trovões ou gritos. Apenas relâmpagos imaturos que acendem um céu sem lua, sem estrelas, sem chuvas ou qualquer coisa que me tire a atenção da tua falta.

HÁ IMENSIDÃO DE AMOR 
A M O R.

quarta-feira, 5 de novembro de 2014




Da escolha de ser Amor...

Eu não quero levar um ritmo, uma cor, e um verso.
Sinto que a vida é bem mais... 
E, sobretudo, o Amor é bem mais.
Quero assim, todas as músicas, ritmos e melodias
Quero o colorido, a mistura de tons e de brilhos
Quero todas as frases, textos e livros
Eu quero a vida, intensa e vivida

Quero a história, o prêmio, as manhas com café quentinho e preguiça
Quero as noites de inverno sendo nossos corpos um só, a nos aquecer
Quero o silencio, os badalos...
A paz e a inquietude...

É assim que o amor faz sentido
Quando se quer...
Um querer insensato, ao passo que envolto de toda a sensatez possível
Um querer imaturo, mas de maturidade absurda.

E assim, em meio aos contrastes é que o amor que se quer viver demonstra sua força e sua forma.
E com a emoção como guia, e o desejo do amor pleno como motivação, vale a viagem ao mais profundo de ser, de sentir, de chorar, de ver a vida perder o sentido, pra poder ver o sentido no próprio Amor, na sua expressão mais forte e mais plena, e mais severa, e que faz rir e chorar ao mesmo tempo. E foi assim que eu quis o amor, e é assim que eu quero, com a sua face na real forma:

Da qual disse Luis de Camões...


O Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói, e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.


É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?


Assim, com um toque de Ceticismo... Perfeito!

sábado, 7 de setembro de 2013




SUSPIROS DO SILÊNCIO
Meu AMOR'... Inúmeras são as vezes que vejo-me te olhando. Não a ti, exatamente. Se o pudesse, seria. Cotidianamente não estás aqui. Mas a janela que se abre, me mostra onde estás. Apenas teu refúgio. Não a tua face. Estico os olhos. Mas não vejo teu vulto. O que quero, é ver teus olhos. Sentir sua pele. Sentir seu cheiro. Tocar sua face. Morde a barriga (rs). Risos infinitos... Ouvir tua alma. Como tuas palavras que me falam, a pupila brilhante de teu olhar, rabiscos em papel. Queria largar a minha prisão, sair do nosso labirinto. Conseguir errar meu papel no nosso teatro, teatro da vida... Queria poder falar o que escrevo. O que penso. Ouvir o que leio. Mas quando nossas realidades se encontram, as personagens tomam conta. São reais. Os sentires, escorregadios, se sobrepõem ao que nossos olhares entregariam ao pulsar dos nossos corações. Na verdade, não gosto do disfarce que somos imposto... quero à vista. Em mim não foi à vista. Foi por dentro – É por dentro. De dentro. Foi traçado, construído - Construção. Mas nunca passado. Não tenho pressa. Não quero pressa. Quero, sim, sentir a prazo; intensificar em cada ponto, a cada vista, a cada passo. Quero desaprender a aprender. Aprender a inventar. Inventar ao desejar. Quero o sentimento, não o momento; a espera, não o súbito; procurar, não encontrar. Quero te dizer, não encenar. Enfim, quero o amar.
____________________________________________

Que essas palavras ressoem só em mim. E em você. Que nosso AMOR’ nos ensine a nos compreender. E INTENSIFICAR COTIDIANAMENTE ESTE QUERER’.
Sabe Mor,

As vezes sinto como se a vida me sorrisse.
Como a sorte, ou o sonho, (assim prefiro) de deitar e sentir os carinhos seus, o toque da sua pele junto a minha, a sua presença doce, é o que todo dia pela manha me faz renascer...
É dessa forma, que todos os dias tenho sentido a bela magia de viver, a partir da presença sua que justifica todos os últimos “ontem, agora, e amanha” que quero com sorrisos, sorriso que é vc, que me completa. E que independente de qualquer coisa, faz valer a pena as desmesuras das horas, e das tais circunstâncias.

Lembrando aquela caminhada, na areia, o seu medo de ser carregada pela água, e a minha vontade de gritar que eu queria aquele momento eternamente. Da minha mente dizendo em silêncio... (Ah, como eu te Amo Mor da vida minha) 
Precisar é sempre o momento supremo. Assim como a mais arriscada alegria entre um homem e uma mulher vem quando a grandeza de precisar é tanta que se sente agonia e espanto: sem ti eu não poderia viver...
Só enquanto eu respirar,
vou me lembrar de você.
Só enquanto eu respirar…

- Você acha que o nosso amor pode fazer milagres?

- Eu acho que o nosso amor pode fazer tudo aquilo que quisermos. É isso que te traz de volta pra mim o tempo todo.

sábado, 18 de maio de 2013

...ANIVERSÁRIO DO NOSSO AMOR (17/05)

 AGORA O QUE FALAR?  AGORA O QUE FALAR?

Meu AMOR’ hoje... Como todos os dias, todas as horas, todos os minutos e a cada segundo é o aniversário do nosso amor. Assim como... todas as madrugadas, as manhãs, as tardes e a cada noite... Como no outono, no inverno, na primavera, no verão e a cada estação ou nas indecifráveis saudades. Na verdade toda essa intensidade se construímos juntos, o nosso amor faz aniversário a todo instante e a todo o momento, pois está no coração na mente, emoção, pensamento, e é com grande emoção que tento expressar-te com fervor pois... Há um ano você me transborda encanto, e lapida meu amor.  É com muita emoção e verdade que expresso-te que há muito tempo que o meu coração só pulsa por você, e no meu peito só existe espaço para te amar. Se eu desejasse ganhar um presente nesta data, pediria apenas que este sentimento que temos um pelo outro seja eterno sempre. Pediria também que tudo o que sinto por você encontre em seu peito, um retorno de carinho, paz e amor. Se for para ter tudo que estou recebendo de ti, não precisarei pedir mais nada. Tenho mais é que agradecer por já estar completando nosso primeiro ano de AMOR'. 

Hoje posso afirmar que um Amor' que chegou aqui tão bonito, terá os seus amanhãs começada de novo...que o amor nós faça chegar até o infinito "que as boas e grandes lembranças sejam sempre maiores que a saudade"

Há momentos mágicos. Pequenos instantes que nos aceleram o coração e nos plantam um sorriso insistente nos lábios... Fazemos tudo para os guardar, gravar na mente aquela gargalhada e aquelas palavras que nos fizeram felizes. Uma fotografia, um olhar, um toque ou um bilhete despreocupado. Tudo o que nos faz sonhar. Efémeros e esquivos, são esses momentos que constroem, aos poucos, cada um de nós.

E dos dias que não o encontro? Há dias assim, de poucas palavras. De longos parágrafos sem nada para dizer. Há dias que nem são dias, nem são palavras. São cadeiras numa sala de espera vazia à procura de alguém que lhes dê presença. E as palavras que se ouvem não são nomes, nem ordens. São palavras brandas e vazias: mais silêncios do que letras.  As horas são compostas de pausas sem som, nem forma. Os dias são feitos dos minutos que se fazem sozinhos... sem pedir autorização, sem dizer a ninguém. Há dias assim, de poucas palavras... e muito por dizer. DE SAUDADES SENTIDAS DE VOCÊ. E como explicar o AMOR', ???
Sabe meu Moor, há dias assim, de poucas palavras. De longos parágrafos sem nada para dizer. De muitos sentires... Há dias que nem são dias, nem são palavras. São cadeiras numa sala de espera vazia à procura de alguém que lhes dê presença. E as palavras que se ouvem não são nomes, nem ordens. São palavras brandas e vazias: mais silêncios do que letras. As horas são compostas de pausas sem som, nem forma. Os dias são feitos dos minutos que se fazem sozinhos... sem pedir autorização, sem dizer a ninguém. Há dias assim, de poucas palavras... e muito por dizer. Então...TAinda bem que a vida tem outras coisa, boas e propostas E DENTRO DAS INUMERAS POSSIBILIDADES QUE A VIDA NÓS DAR EU:

video
AMO AMO AMO AMO AMO AMO AMO AMO AMO AMO AMO AMO AMO AMO AMO 

sexta-feira, 3 de maio de 2013

video

H O J E  - 25 anos seus.
Simplesmente, não sei: embora raras vezes eu já consiga entrar nelas...nas palavras que queria te falar, nelas que sinto, ainda que nenhuma consiga expressar esta grandeza... E, neste momento? O que falar-te? Consigo apenas sentir. Elas ecoam, flutuam, fogem de mim...
Quem sou eu diante de sua grandeza? Quem sou eu diante de suas sabedorias? Diante da sua força? Diante das expressões que apenas você consegue transmitir.
Sei apenas que agora, cheia de emoção... Te lembrar, se sentir ternura, faz-me emocionada e cheia de  encantamento... profundamente meus olhos e refletiram numa massa estreita de suaves pensamentos particulares em meu coração. Uma brisa leve parece ter persuadido aqui perto, como se tuas palavras, sua presença, a voz, seus risos tivessem certo efeito por sobre mim... Muito bom e aliás, tem uma essência muito natural.

Este vídeo que carinhosamente expus aqui, é apenas uma forma de envaidecer e engrandecer suas sabedorias, sua maturidade... Essências suas.
Você, hoje apenas 25, e dono de um conhecimento de vida tão admirador, tão cheio de luz. Você sabe como ninguém que a vida é tecida com os fios disponíveis de cada agora. De cada respiro. De cada ação. De cada acontecimento. De cada sabor. É essa tecelã que olha para você neste instante e me olha também. O que ainda não veio, quem sabe? Eu não sei.
Mas tenho crescido tanto contigo, tuas grandezas explodem-me de orgulho, ensina-me tanto... E, me faz compreender que sabor é o presente. Saber é quando a gente desembrulha. Você sabe como ninguém ser cheio de graciosidades, e ser tigre ao necessário, diante da dimensão de espaço que ocupamos... Você sabe já tão cedo que a vida não mente. É a gente que nunca se acostuma com isso. Em cada pequeno instante, a lição é a mesma, repetida : há que se aprender a “desgarrar”.  E sei de quantas vezes em tão curto percurso sente/sentiu uma falta robusta e esmagadoramente real, uma fisgada de dor, uma saudade de pedra. Quantas vezes você achou que não haveria saídas, não haveriam respostas. Havia apenas sua força, determinação e só o teu sorriso imenso, que, por sorte ou privilégio, não parte nunca da minha retina.
(Suspiros)”” ...Então retomo o fôlego, e lembro que viver é isso, um hiato no tempo. Existir não. Existir é outra coisa. Né Moor? E você sabe disso.
Eu diria em teu ouvido: __ A morte é inexplicável.
Você certamente responderia: __A vida também.
Imagino que hoje você faça uma reflexão sobre seus dias... porque é comum que fazemos em nosso dia... eu costumo também fazer... e imagino que possa conter inúmeros questionamentos ... do tipo: __Quantas vezes nos falta estarmos atentos às pequenas alegrias, em nossa vida?
__Cadê aqueles fragmentos de tempo febril em que meus olhos te devoram, a coisa acida?
__Onde estar minha coragem? E porque tal comportamento, e porque calar ou ouvir?
__Cadê as concentrações pra perceber cada pontinho dourado que existe num sorriso?  A verdade é que: Falta gente que não desiste de gente. Falta existência. Falta amplidão. Falta tanta coisa.

Você é detentor de uma garra que sem dúvidas, por mais difíceis que pareçam as interrogações que nos deparamos, consegue tocar as possibilidades. E é por isso que ama a vida, porque todos os dias tudo pode ser diferente. Porque tens olhos de estrelas, porque você se faz de uma forma tão ESPECIAL E INDECIFRAVEL , que se faz luz.

Sabe meu AMOR’, que você possa aproveitar as oportunidades, que tenha saúde e força para realizar todos os meus sonhos. Que mantenha esta sensibilidade o bastante para entender  quando as coisas não estão no ritmo que tu desejas. Que cresça ainda mais esta sabedoria de entender os sinais que a vida nós impõe. Afinal é ela que nós testa a todo instante. Que você não deixe de ouvir seu sexto sentido, o lado meio-bruxo, meio menino, meio-homem. Que cante e risos quando me sentir feliz. E quando estiver triste, que eu peça proteção, que consiga expressar: Dar-me aqui um abraço, para não se perder nos dias nublados. Que possa diante de tudo ter uma relação saudável com passado, que são apenas pedacinhos de sabedorias que deixamos soltas. Que jamais esqueça as pessoas que cruzaram seu caminho. Àquelas que tiveram parcelas importantes no seu crescimento. Que entenda sempre seus momentos de solidão, ter gentileza quando a introspecção entra em cena. Que possa se entender mais. QUE SEJA MINHA COMPANHIA (rsrs). Que desfrute livros, suas músicas, nossas músicas... essa alegria insaciável que tem pela vida, pelo agora, pelas pessoas, por tudo o que vive. Que você possa conhecer Gente de verdade, que faz a diferença, que escreve sua história lindamente. Que eu deixe um pouco sua teimosia de lado. Que saiba abrigar o novo. Que nunca perca a esperança. Que não deixe de tentar. Que eu aprenda com seus erros. Que aceite minhas limitações. Que saiba perdoar. Que se permita amar, mais uma vez. Que seja feliz com o ser Você sempre. Que possa se acompanhar em movimento.

Existem milhares de coisas que eu queria te dizer, mas não sei colocar aqui. Qualquer coisa que eu venha dizer aqui não chegará nem perto de tudo o que você merece. Porque o fato de sua existência já transborda-me Amor... Hoje, agora que você se tornou dono de minha vida, dos meus dias... e a gente conversa com certa frequência, eu vejo como a minha vida era menos feliz sem você. E eu adoro. Adoro o jeito como você faz as coisas ficarem melhores. Adoro como você faz os outros parecerem bobos. Adoro quando você tira o dia pra me elogiar. Adoro até o dia que você tira pra implicar comigo. Na verdade, adoro qualquer dia que você tire pelo menos dez minutos pra mim. Adoro a forma do nosso Amor. Enfim, eu só sei amar você. Tem um espaço aqui na minha vida reservado pra você... Eu nunca quero me perder de você, eu preciso saber que, em algum lugar desse mundo, eu tenho você. Enfim, deixa eu só agradecer por ter aparecido na minha vida, por me fazer feliz e por ter estado disposto a me aturar. Você é incrível meu Amor: EU TE AMO. E vou estar aqui todos os dias seja pro que for. Eu te amo, e isso parece nada perto do que eu sinto. Eu te amo e me sinto a pessoa mais sortuda do mundo por poder te chamar de meu Moor.
QUE A VIDA SE ENCANTE COM SUA EXISTÊNCIA, E NÃO QUE VOCÊ SE ENCANTE COM ELA, PORQUE TÚ TÉNS A GRANDEZA DE UM HOMEM, QUE A VIDA TENHA A OBRIGAÇÃO DE TE TIRAR O CHAPEU, QUE A VIDA TE TENHA A GENTILEZA DE ENCHER-LO DE LUZ, DE REALIZAÇÕES E DE AMOR.  AMO AMAR VOCÊ, AMO TER-LO EM MEUS DIAS, OBRIGADO MEU AMOR POR SUA EXISTÊNCIA.   *M e u s   P a r a b é n s!!

sábado, 27 de abril de 2013

Da Espera de Você:
Eu vou atravessar as entranhas do tempo  as entranhas dessa distância involuntária que me separa de você que nos impõe essa isenção de toques  que vai em acúmulo dissimulado A que me faz procurar um vão escuro pra me esconder à procura de seus traços desenhados pelo abstrato breu da solidão à procura de sorrisos, da reciprocidade de palavras.
Sendo eu tão inconstante, isso talvez seja mais uma nuvem carregada  passageira tão indiferente.
Tão e sempre inconstante, os ventos dispersos talvez mude de direção e sentido e carregue essa nuvem densa densamente lacrimejante, desta falta que sinto de você[...]. 
Não importa o tempo que dure a espera dos nossos encontros, você só se fortalece em mim, vive em mim e a certeza do quanto te quero, mesmo que "desencontros" insistam nesta distância física, firma-me aos meus momentos: que és algo que me mantém firme, viva e feliz. 
És minha âncora... *MEU AMOR'. 

quarta-feira, 24 de abril de 2013



Dos Beijos seus / nossos beijos

Intensos, envolventes ao ponto que a lei da gravidade pouco afeta-os de tão leve, levezas intensivas, sem peso,  que plumam, entontecem...

Eu falo é da densidade dele’s, do ousado, da delicadeza, vadios da calmaria... é da vastidão que eles me dão... Assim é seu beijo, você em mim. São como prosa, verbo, certeza embrulhada em papel brilhante ou um simples lencinho de papel, escrito: '- Nós nos reconheceríamos', em qualquer dimensão, nos nossos desfiles de predicados...

Refiro-me ainda às levezas que eles me dão: parece procurarmos nossos próprios mistérios, um no outro, com zelo. E, tão logo corpos ofegantes quando sentem seus lábios a procura dos meus, com urgência, como quem clama,...

__Tenta decifrar... Vamos. Me apresenta seus segredos, seus mistérios e encantos...!

"... Mas se amo seus beijos, se fascinam-me é só porque sinto, toda estas  minhas vontades que me faz riachos, rios e mar de agua na boca
 e um pedaço de doce, de um muito do tempo que às vezes é tão curto,
mas é teu. Só teu. Me fazem vontades de juntar seus sonhos com os meus. 
Costurar um céu estrelado, noites clara como o dia... com seus entrelaces, e desejos... com nossos beijos.

Quando me faltam e me causam rios, consigo juntar uma coleção deles na saudade, ou assim como estrelas, com seu nome, seu cheiro, afagos, sabor, toque pendurados na lua do nosso céu... Há ecos em minha alma que querem gritar: ­­__ Escolhe um beijos meu e leva pra você [...] esvazia meus desejos...

E quando eles se enlaçam: parece que buscamos no outroo silêncio da escuta, os sentires, não a solidez do músculo, mas o colo que acolhe. A forma de como eles se acolhe, se acham, se entregam (...)'.

São sempre como um lume capaz de clarear um quarteirão inteirinho da alma...apenas de entrega, de AMOR’.

(E se ainda eu não consigo explicar você pra mim, seus beijos a mim... eu simplesmente aceito, agradeço e me entrego) e TE AMO.

domingo, 14 de abril de 2013


video

Eles tinham tanto em comum.
Entendiam-se pelo olhar, pelo tom da voz e até mesmo no silêncio.
Segredos escapavam.
Ela permitiu que ele fosse o único a conhecê-la tão profundamente.
Só ele a compreendia de jeito tão afável, só ele conhecia o coração daquela moça.
Ela o amava.
Era assim, “sob medida” um para o outro.
É AMOR... 

O principio Divino Está no Coração...

quarta-feira, 10 de abril de 2013


 “__Se nós estivermos juntos

O céu não só será azul, ele esbanjará sorrisos

 Todas as horas que o tempo tem pra me conceder, e que são suas 
Serão também nossas cúmplices
 A beleza residirá nos pequenos detalhes  
Nos nossos momentos. 
O Amor não pedirá conceito, nem medição 
Será apenas o nosso puro Amor! “


Suas expressões me enchem de amor... Minha alma é tomada pela emoção. E das preferencias de suas canções... O Djavan sempre transborda emoção, deixa uma delicadeza no amor, expressa sonhos’...
__Sabe, deixei poucas pessoas conhecerem a mulher, ou menininha que me habita. Essa de verdade, cheia de imperfeições e desordens íntimas, mas que carrega mais ternura do que se pode imaginar. Eu e meus olhos atrevidos, minha fome de amor, e essa fragilidade engraçada de quem quer ser a protagonista de um sonho bom. “Do sonho de tê-lo”.

É difícil expressar-me agora, porque choro.... meus olhos não deixam as letras serem vistas com nitidez... banhadas de Amor’. Eu confesso que brigo comigo mesmo: __Para! Moça bobona...pra que  amar assim?!!!... Essa mania de sentir tanto.
Não que eu quisesse um compromisso com a eternidade, mas poucos souberam do meu corpo, das minhas marcas, das manhãs de preguiça e do rosto sem maquiagem. É que preciso acreditar para me mostrar. Porque se mostro meus medos, minhas incoerências e fraquezas, e só o que consigo é uma rasteira, fico tão desabitada.
__Sou uma cidade vazia! É isso.
Acho que é por isso que por muito, muito pouco, fecho a porta e volto para a minha vida... Com você aprendi a fazer moradia em sonhos’, na lua, nas estrelas e no céu, no infinito céu do Amor’...
Você sabe tão bem, quanto ninguém que poucos, poucos, quase escassos, ou já extintos são os capacitados para habitar, morar dentro de nossos sonhos.
Há os que falam: __Fecha a porta não menina. Somos todos iguais. 
Incoerências e fraquezas, todos as temos! Com tom de fios arrogância expresso: __Sim temos, mais não somos iguais sei que os sentires alternam a força de pessoa para pessoa, e há os que não sentem.
E, essa ternura que plantamos degrau a degrau é bonita, singela e tão rara que merece vigia na porta!
__A verdade é que, só quem guarda à alma, sabe dá-la a conhecer, verdadeiramente, a alguém que mereça! 
Eu em muitos momentos me comparo a uma plantinha tão delicada que popularmente se chama "dormideira", não sei ao certo, foi assim que painho me ensinou quando criança... que ao ser tocada, se fecha na velocidade de um piscar d'olhos. Defende-se do toque, tenha ele a intenção que tiver. Defende-se não da agressão possível, mas da exposição de sua própria fragilidade.
Isso me faz frágil, medrosa, insegura e tola de inocência... mais com essência e cheia de amor’. E às vezes ouço: ­__Que bom que você é como é. Deleito-me com tudo que você transcende. E há os que falam: __Você é a intensidade expressa numa síntese que é abrangente. Daquelas que o olhar fala, o corpo fala, as palavras bastam poucas para significarem muito. É muito bom encontra-la, falar ou um abraço.
Eu NAÕ quero adjetivos... EU SÓ QUERO UM AMOR. Para receber meu amor’.
Isso não me fortalece porque alma delicada e expressão forte, não me fazem nenhuma fortaleza... Quando ninguém pode construir em teu lugar as pontes que precisarás passar, para atravessar o rio da vida - ninguém, exceto agente, somente nós.
Existem, por certo, atalhos sem números, e pontes, e semideuses que se oferecerão para levar-te além do rio; mas isso te custaria a tua própria pessoa; tu te hipotecarias e te perderias... E, eu frágil ou com ar de leoa em mil casos, prefiro não me perder e expressar minha face a quem amo.
Existe no mundo um único caminho por onde só nós podemos passar. __Onde leva? __Não perguntes, segue-o!  Tenho consciência de que não podemos termos medo das rasteiras, elas são necessárias para que possamos alcançar aos céus dos nossos sonhos. 

EU TE QUERO, DE UMA FORMA QUE NÃO SEI EXPLICAR... EU TE QUERO PORQUE EU AMO' VOCÊ.